Blind Guardian no Brasil: Vídeos do show em Porto Alegre
Postado em 09 de outubro de 2015 @ 10:24 | 72 views


O Blind Guardian passou pelo Brasil em 2015 deixando fãs mais do que satisfeitos. Em Porto Alegre, a Abstratti Produtora mais uma vez foi a responsável em desembarcar os bardos e dar as boas vindas. O Bar Opinião cedeu seu palco para que os alemães encantassem tanto quanto vinho de qualidade: quanto mais idade, melhor.

O grupo está rodando o mundo atualmente divulgando o novo disco Beyond The Red Mirror, lançado em fevereiro de 2015. Mais de 30 anos de carreira que culminaram em um nome não tão comum nos patamares de Rede Globo, mas aclamadíssimo entre os seguidores do heavy metal que não dependem de mídias de massa para conhecer a boa música.

Apesar de estarem excursionando na intenção de divulgar o novo disco, apenas três novas canções foram apresentadas: “The Ninth Wave“, “Prophecies” e “Twilight Of The Gods“. De resto, a banda decidiu apostar em variados clássicos muito bem distribuídos desde o primeiro disco, lançado em 1988.

Os shows anteriores da banda na capital gaúcha foram marcados com uma peculiaridade curiosa: uma faixa exclusiva. Desta vez, “And The Story Ends” foi a canção separada apenas para Porto Alegre. Coincidência ou não, o presente foi aceito com muito apreço. Esta música e muitas outras você pode ver abaixo, no vídeo que fizemos cobrindo o show:

 

 

O Blind Guardian tem a fama de música excelente e presença de palco, digamos, ‘modesta’. Entretanto, a performance até que evoluiu bastante. Beirando meio século de idade, Hansi Kürsch tem melhorado com o tempo – não só em voz mas também em interação com o público. Sua simpatia e carisma já é mais do que conhecida há anos (e você pode ver isso na entrevista que ele nos concedeu clicando aqui), porém o título de “ele é paradão mas canta muito” está passando por reconsiderações. A dupla de guitarristas Andre e Marcus executam impecavelmente e são um workshop à parte. Temos a oportunidade de conhecer, também, o novo baixista oficial da banda Barend Curbois. Sua presença ainda é bastante tímida, mas a qualidade é inegável.

Ao total, foram 17 músicas (uma a menos do que os demais shows no país) apresentadas durante incríveis 2 horas. Um sentimento de valorização daquilo que foi construído em décadas de trabalho. Hoje passou a ser comum hitmakers adolescentes e pré-adultos cobrarem fortunas por apresentações de 1 hora (quando chega a isso). Então encontramos os tiozões que entregam muito mais do que prometeram, saindo do palco e retornando duas vezes, conversando com os fãs a cada duas músicas sem reduzir a quantidade de músicas para isso. Músicos que trabalham por qualidade, não por horas de serviço. Que fazem um espetáculo pensando em se divertir junto aos fãs ao invés de calcular cachê x tempo de palco. Depois de tanto tempo cobrindo shows e eventos do gênero, posso garantir que é muito fácil perceber quem está nessa por paixão e quem está nessa por dinheiro (não que ambos não possam ser aproveitados, mas vocês entenderam).

Quem perdeu desta vez, se organize para a próxima, pois é comum aos bardos passarem por solo verde-amarelo. Esta foi a quinta vez que eu não me arrependi em ter ido assisti-los.

Setlist:

The Ninth Wave
Banish from Sanctuary
Nightfall
Fly
Tanelorn (Into the Void)
Prophecies
The Last Candle
Lord of the Rings
Time Stands Still (at the Iron Hill)
Majesty
And the Story Ends

Encore:
Wheel of Time
Twilight of the Gods
Valhalla

Encore 2:
Into the Storm
The Bard’s Song – In the Forest
Mirror Mirror

Web Editor/Journalist / SEO / Web Analyst at Koetz Advocacia and Produtor de Conteúdo at Heavy Talk Past: Cipex Idiomas Tramandaí and Jornal Dimensão Studied Journalism at Unisinos

 
Categoria: News · Resenhas
Tags:




Deixe seu comentário





0 Users Online
 
HEAVY TALK - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com