BlackBerry Smoke inunda Porto Alegre com espírito sulista em show impecável
Postado em 13 de maio de 2019 @ 12:30 | 81 views


Na estrada há 19 anos, o quinteto de Atlanta foi muito bem recebido em sua primeira apresentação na capital gaúcha.

O BlackBerry Smoke nasceu no berço do gênero. A faixa sul dos Estados Unidos, que abraça os estados do Texas até Georgia, foi a base para formação de bandas e artistas como Chuck Berry, Lynyrd Skynyrd, Willie Nelson e ZZ Top. De uma maneira reinventada, eles mantém vivo o espírito do country rock típico da região. E no sul do Brasil, esse espírito incendiou um Bar Opinião com grande público presente.

Sob comando da Abstratti Produtora, a apresentação de aproximadamente 100 minutos iniciou às 20 horas para agraciar fãs antigo e novos com 18 canções. Sem backdrop, sem muitos elementos de palco e sem grandes artifícios, se propuseram a fazer o básico de maneira bem feita. E tiveram sucesso.

Já mestres em cima do palco, Charlie Starr (vocal e guitarra), Paul Jackson (guitarra), Brandon Still (teclados), Richard Turner (baixo) e Brit Turner (bateria) são a primeira e úncia formação do BlackBerry Smoke. Em perfeita sincronia, a experiência do convívio fica evidente na sonoridade.

No público, uma grande variedade de idades, tamanhos, gêneros e formatos. O chapéu, a bota e a barba eram os pontos mais comuns. Mas, de fato, é bastante claro que mais de uma geração fez questão de prestigiar a banda. Como imagens falam mais do que palavras, você pode ver abaixo o vídeo que produzimos mostrando como foi o show:

 

 

 

E a banda fez questão de agradar a todos o presentes. Em uma escolha bastante democrática, as músicas levaram o público para um passeio a diversos discos. Logo na quinta música, o ápice da animação já havia sido atingido com “Waiting for the Thunder“. Em “Rock and Roll Again“, outro fervor acompanhado de um cover incidental (óbvio e funcional) de Rolling Stones com “It’s Only Rock n’ Roll (but I like it)“.

Talvez o momento de maior volume da plateia também tenha sido em um cover. “Come Together“, dos Beatles, marcou a metade do setlist. Acompanhada de “Run Away from it All” e “Ain’t Got the Blues“, conduziu o andamento para uma atmosfera de maior feeling e menor velocidade até “Everybody Knows She’s Mine“. O ponto alto do show (e provavelmente o mais emocionante) foi com “One Horse Town“.

O bis contou com apenas duas músicas, mas que valiam por quatro. Em grande estilo e com participação do público, “Flesh and Bone” e “Ain’t Much Left of Me” pontuaram o encerramento. Da mesma forma simples que chegou, o BlackBerry Smoke se despediu, deixando para trás Porto Alegre, uma ótima impressão e, desde já, a espera por uma nova visita.

BlackBerry Smoke – Porto Alegre – 10 de março de 2019

Fire in the Hole
Six Ways to Sunday
Good One Comin’ On
Workin’ for a Workin’ Man
Waiting for the Thunder
Crimson Moon
Rock and Roll Again/It’s Only Rock N’ Roll (But I Like It)
Medicate My Mind
Sleeping Dogs / Come Together
Run Away From It All
Ain’t Got The Blues
Things Goin On/Restless
Free On The Wing
Everybody Knows She’s Mine
One Horse Town
I’ll Keep Ramblin’

Flesh and Bone
Ain’t Much Left Of Me

Formado em jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) desde 2014, iniciou a jornada nesse meio colaborando em diversos sites especializados em rock e heavy metal ainda em 2007. Fundador do Heavy Talk.

 
Categoria: News · Resenhas
Tags:




Deixe seu comentário





0 Users Online
 
HEAVY TALK - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com