Ego Kill Talent: Crescimento meteórico em um novo ciclo do Rock no Brasil
Postado em 25 de abril de 2017 @ 14:48 | 387 views


A banda Ego Kill Talent foi fundada em 2014 e, em pouco mais de 2 anos de atividade, possuirá currículo invejável por qualquer banda de rock ou metal que tente se firmar no Brasil. Prestes a se apresentar no Rock in Rio e embarcar para apresentações na Europa, conheça melhor os conceitos da Ego Kill Talent e o que contribuiu para a rápida evolução do trabalho.

O line-up atual da Ego Kill Talent conta com Jonathan Correa (vocalista, também fundador do Reação em Cadeia), Jean Dolabella (bateria e guitarra, também conhecido por ter sido baterista do Sepultura durante 5 anos e 2 álbuns), Theo Van Der Loo (guitarra e baixo, também vocalista da banda Sayowa), Raphael Miranda (bateria e baixo, também membro da Sayowa ao lado de Theo) e Niper Boaventura (guitarra e baixo, também vocalista da banda Pull Down).

As múltiplas funções do line-up podem parecer confusas. Mas na verdade é exatamente o que parece. Ao vivo, a banda constantemente troca de formação, revezando-se nos instrumentos, o que torna cada show único e traz ao público uma nova e animadora dinâmica de palco.

 

Entrevista em vídeo com Ego Kill Talent

 

Integrada por músicos experientes que já estiveram na estrada, iniciar uma banda do zero é um desafio que, segundo o vocalista Jonathan Correa, devolve uma plenitude de viver o agora. Exitem algumas armadilhas que o grupo consegue evitar baseado em turnês já realizadas com suas outras bandas. A principal delas é não entrar em um modo mecânico de trabalho e tentar viver o momento sempre ao máximo. Confira abaixo a entrevista que realizamos com a banda antes da abertura do show do Korn em Porto Alegre:

 

O que podemos aprender com o sertanejo?

 

Outra questão importante, abordada por Jean Dolabella, é o trabalho colaborativo entre bandas. O crescimento que isso proporciona foi algo que permitiu a explosão das duplas sertanejas no Brasil, onde uma dupla apadrinhou outra criando uma rede de milhões de fãs do gênero no Brasil.

A mesmo exemplo, até por ser um  grupo de profissionais que está sempre atento ao que está funcionando no momento, youtubers cada vez mais apostam em colaboração entre canais com o objetivo de crescer mutuamente em quantidade de visualizações e de inscritos.

Segundo Dolabella, parece existir uma resistência de fazer esse tipo de parceria entre bandas de rock, o que é prejudicial para a cena como um todo. O bloqueio, diz ele aproveitando o trocadilho, muitas vezes é por causa do próprio Ego. Ainda destaca que um novo ciclo de bandas de rock no Brasil tem ganhado um grande espaço e crescendo com essas colaborações.

Exemplificando isso, Ego Kill Talent possui colaboração com Far From Alaska, que possui colaboração com Supercombo, que possui colaboração com Scalene, e por aí vai…

Caso tenha gostado da nossa publicação, não esqueça de curtir nossa página no Facebook clicando aqui. Também clique aqui para ver como funciona o Heavy Talk Club, que é o recurso principal para mantermos nosso trabalho vivo!

Formado em jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) desde 2014, iniciou a jornada nesse meio colaborando em diversos sites especializados em rock e heavy metal ainda em 2007. Fundador do Heavy Talk.

 
Categoria: Entrevistas · News
Tags:




Deixe seu comentário





0 Users Online
 
HEAVY TALK - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com