Blaze Bayley: carinho pelo Brasil, conflitos políticos e lançamento de livro
Postado em 06 de agosto de 2016 @ 11:21 | 81 views


O lendário vocalista Blaze Bayley, que assumiu os vocais do Iron Maiden entre 1994 e 1998, fez uma extensa turnê no brasil e contou para o Heavy Talk sua relação com nosso país. Além disso, fala também sobre o novo disco, que será lançado em livro, e sobre sua falta de habilidade para cozinhar.

 

 

Seja bem-vindo e eu espero que você esteja se sentindo em casa aqui

Blaze Bayley: Sim, é ótimo estar de volta aqui no Brasil e de volta a Porto Alegre. É um dos nossos lugares favoritos para tocar. Parece como se estivéssemos voltando para casa quando eu volto para o Brasil, eu não sei o motivo, mas… Na minha primeira turnê aqui, no “Monsters Of Rock” com o Iron Maiden, os fãs no Brasil sempre me trataram muito bem e desde então sempre que eu venho com minha carreira solo eu recebo muito apoio dos fãs do Brasil.

E os fãs brasileiros são muito emocionais, e eu sou muito emocional, então nós nos encaixamos bem. E é legal. Eu fiz turnê mais em grandes e pequenas cidades do Brasil do que qualquer outro artista internacional, e mais do que alguns artistas brasileiros E isso é algo que eu me orgulho muito, eu sempre gosto de ir para novos lugares e também ir para grandes cidades como Porto Alegre.

Para mim a coisa mais importante é se os fãs estão lá. Eu não me importo com o quão pequeno o show é.Apenas duas coisas: o som está bom? E então os fãs podem ouvir e eu posso me ouvir para que façamos um bom trabalho para os fãs? E a segunda coisa é se a segurança está ok. Se não estão machucando os fãs ou os tratando mal. Se essas duas coisas estiverem ok, então eu vou a qualquer lugar no Brasil, de Rio Branco a Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio, eu vou para qualquer lugar do Brasil, e é algo que eu realmente gosto de fazer.

É uma longa distância para vir, essa é a parte difícil. Os voos longos são difíceis para a minha voz, então normalmente nós temos um dia de folga quando viemos aqui. E eu trabalhei nas últimas turnês com músicos brasileiros, músicos muito, muito bons. Foi muito bem. Essa turnê tem sido um grande sucesso para mim até agora. E eu queria dizer um grande obrigado para todos os fãs do Brasil. Muito, muito obrigado pelo seu apoio! Por fazer com que seja possível eu visitar o país maravilhoso de vocês.

Bem, essa turnê deveria ser inesquecível para os fãs, porque estávamos esperando para assistir Blaze e Paul, mas infelizmente por causa de um problema de saúde ele não pode vir.

Blaze Bayley: É, era pra ser uma parte da turnê com Blaze e Paul e o restante seriam shows meus mesmo. Mas Paul está no hospital agora, eu enviei uma mensagem a ele e ele está se recuperando, o tratamento está indo bem. Mas vai levar pelo menos dois anos antes que ele possa cantar completamente recuperado… Provavelmente dois anos antes que ele possa retornar ao Brasil.

Melhoras para ele!

Blaze Bayley: Sim, tudo de melhor para ele!

Mas e essa ideia de vocês excursionarem juntos. Como isso veio à sua cabeça?

Blaze Bayley: Não foi ideia minha, de maneira alguma. Foi ideia de um produtor da Rússia chamado Alex. Um homem com quem eu trabalhei em várias ocasiões. E ele disse: “eu gostaria de fazer isso de reunir uma banda e os dois vocalistas, e vocês dividem” e deu muito certo. E outras pessoas viram a ideia, então nós fomos a todos os lugares, exceto o Brasil! Então eu achei que nós poderíamos vir e fazer uma turnê bastante extensa pelo Brasil.

Legal. Ano passado você também apareceu em um programa de televisão cozinhando um peixe! Então eu gostaria que você falasse desse seu lado gastronômico.

Blaze Bayley: É um programa muito interessante! Assim como você tem um programa, o cara que comanda esse programa, quando bandas estão em turnê nos EUA, convida para cozinhar e entrevista enquanto estão cozinhando. E todo mundo gosta de cozinhar algo diferente. Eu gosto de comida bastante apimentada. Então ele me convidou, eu chamei um amigo para filmar, e nós mandamos o vídeo.

E eu também tenho uma receita que está publicada em um livro, em um livro de receitas rock n’ roll. Uma receita de salsicha com curry. Eu não sou um bom cozinheiro, de jeito nenhum, mas eu gosto de cozinhar. Mas eu não sou um bom cozinheiro mesmo! Eu não tenho vários amigos que vem para minha casa jantar Eles vêm uma vez e, geralmente, eles não voltam mais.

Muitas pessoas conhecem você apenas por sua passagem no Iron Maiden. Eu recomendo que todos conheçam sua carreira solo. Eu gosto muito! E em 2011 você lançou um EP com um nome sugestivo. Podemos esperar um terceiro retorno do Wolfsbane?

Blaze Bayley: Nós apenas não temos tempo! Nós estamos juntos. Durante o verão [britânico], agosto e setembro, eu tenho alguns dias onde eu consigo me encontrar e escrever com o Wolfsbane. Mas é muito difícil reunir nós quatro. Todos estão muito ocupados.

Nós estamos trabalhando em outro EP, temos algumas músicas prontas E nós tentaremos fazer isso em agosto ou setembro, e esperamos conseguir lançar no próximo ano.

Eu queria saber como os fãs estão recebendo seu novo trabalho.

Blaze Bayley: Meus fãs parecem gostar tanto quanto do “Silicon Messiah” e “The Man Who Would not Die”, que são meus dois álbuns mais populares entre os fãs… As pessoas gostam do “Infinitle Entanglement”, alguns dizem que é o melhor álbum que eu já fiz, o que é ótimo! É um álbum que se passa no futuro, é um álbum conceitual, é a parte 1 de 3 discos Conta a história de alguém que não sabe se é humano.

A parte 2 será lançada em 1º de março de 2017, e a parte 3 em 1º de março de 2018, se os planos derem certo. Eu estou escrevendo o tempo todo. É uma história de ficção científica que eu também estou escrevendo em um livro. E todas as letras das músicas do disco saíram do livro. Então no final haverá também um livro.

Eu estou realmente feliz com a maneira que as coisas estão acontecendo. Eu não sei qual a ordem das músicas, então as coloquei no álbum de um jeito que faça sentido musicalmente. E ficou parecido com a história. Mas eu queria um disco que você possa escutar do início ao fim sem saber a história e, ainda assim, gostar das músicas. E funcionou. Então eu estou muito satisfeito e tenho recebido uma ótima reação.

Eu também fiz uma tiragem especial no Brasil, para que eu possa vender para os meus fãs no Brasil durante a turnê. E está indo muito bem. Eu estou muito animado. É um álbum que eu mesmo produzi.

Este livro você pretende lançar no futuro?

Blaze Bayley: Sim, será lançado em 2018, com o último disco virá o livro, que é a história dos discos.

E já há um nome para o livro?

Blaze Bayley: É “Infinite Entanglament”. É o nome do primeiro CD. Os nomes dos outros CDs eu mantenho em segredo para não dar spoilers para os fãs. E quando o primeiro disco foi lançado, na semana seguinte os fãs diziam “nós já queremos o segundo”. Sabe, é muito trabalho para fazer, mas é muito divertido também.

Para encerrar nossa entrevista, esta semana o Reino Unido saiu da União Europeia. Como você é um cidadão britânico, eu gostaria de saber o que pensa disso, qual sua visão dessa mudança política?

Blaze Bayley: Eu estou muito confuso…

Nós estamos confusos também com o que está acontecendo aqui no Brasil…

Blaze Bayley: De um lado, há muitas pessoas envolvidas no governo da Europa que não foram eleitas e tomam decisões. E isso não é democrático! Por outro lado, os trabalhadores ganham mais direitos, e direitos melhores porque temos o mesmo que o restante da Europa. Então antes das coisas ficarem difíceis, para trabalhadores convencionais, em fábricas e lojas convencionais, e em trabalhos convencionais, eu acho que é pior Mas eu não sei, em geral eu estou muito confuso. Eu me sinto britânico, mas me sinto europeu. Porque estou em turnê pela Europa o tempo todo.

Bom, muito obrigado pelo seu tempo!

Blaze Bayley: Eu que agradeço!

Você é uma pessoa muito gentil. Então espero uma terceira entrevista daqui alguns anos.

Blaze Bayley: Ok, tudo bem. E muito obrigado a todos os meus fãs no Brasil. Muito, muito obrigado!

 

 

Web Editor/Journalist / SEO / Web Analyst at Koetz Advocacia and Produtor de Conteúdo at Heavy Talk Past: Cipex Idiomas Tramandaí and Jornal Dimensão Studied Journalism at Unisinos

 
Categoria: Entrevistas · News
Tags:




Deixe seu comentário





0 Users Online
 
HEAVY TALK - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com