Alírio Netto: “O vocalista do Angra é o Lione, mas seria uma honra”
Postado em 14 de setembro de 2016 @ 11:14 | 935 views


Visitamos o vocalista Alírio Netto para uma breve entrevista. O cantor dos musicais Jesus Cristo Superstar, We Will Rock You e da banda Age Of Artemis fala de projeto solo e relação com o Angra.

Em nossa entrevista exclusiva, questionamos as recentes participações de Alírio no Angra, coincidindo com um afastamento que pode ser notado entre a banda e Fabio Lione (que é o atual vocalista). Além disso, perguntamos também como começou o relacionamento dele com musicais e como essa cultura da Broadway atingiu a América Latina.

 

 

Seu mais recente musical, o Galileu (personagem da peça We Will Rock You), como está sendo mais essa experiência com Broadway brasileira?

Alírio Netto: Cara, é muito bacana, porque é uma oportunidade que o artista tem de se reinventar, saca? Quando você tá no teatro, você tem que se emprestar mesmo pra arte. Eu sou fanático pelo Queen, é minha banda preferida, virei cantor por causa do Freddie Mercury. E foi uma puta honra, o Brian May escolheu! Isso já dá uma moral do caramba.

Foram 6 meses de temporada, talvez a gente ainda vá para o Rio ano que vem, isso está em negociação. A gente ficou em cartaz até um mês atrás. O We Will Rock You já foi visto por mais de 12 milhões de pessoas, em vários países. Então é um musical que tem muito apelo com o público e fazer o Galileu foi um puta sonho realizado.

Esse lance de musical e teatro não é muito cultural do Brasil. Isso tem sido mais recente em São Paulo e tem ganhado mais espaço na mídia. Você já apareceu dando entrevista em grandes canais falando não só do Galileu mas também do Jesus Cristo Superstar. Eu queria saber o que você acha que aconteceu… Quem tomou essa iniciativa de começar a fazer esses musicais e como você conseguiu essa oportunidade de entrar nesse mercado que é um nicho novo, uma coisa bacana que tá começando a trazer o interesse da galera?

Alírio Netto: Na verdade, cara, um musical funciona como uma franquia. Você tem uma empresa, que tem que ter bala na agulha, é claro, para comprar os direitos do musical. O Jesus Cristo já foi feita várias vezes no mundo, inclusive no Brasil. Não está sendo tão recente assim. O boom dos musicais aqui no país começou com Os Miseráveis em 2000. E daí pra frente a coisa começou a acontecer.

Nessa época eu já estava fazendo musical. Estava no México fazendo o Jesus Cristo lá. Só que no papel de Jesus, com a mesma empresa que fazia Os Miseráveis aqui, que hoje é a Time 4 Fun. Então eu entrei nesse mercado nessa época. Eu morava em Brasília,fazia musicais lá, fazia concertos pequenos e era cantor de ópera lá. Além das bandas que eu tinha, que era o Khallice a banda que eu tinha lá. Depois veio o Fantasma (da Ópera), todas as franquias. Você compra a franquia, os gringos vêm, montam o musical, fazem as audições e é o mesmo nível que tem na Broadway, porque tá no contrato. É igual a montar um McDonalds. tem que ter o logo, tem que ter tudo certinho, o perfil que eles precisam e aí sim a coisa acontece.

Jesus foi sua primeira peça musical então?

Alírio Netto: Sim. Eu fiz uma versão menor em Brasília em 98, e depois fiz uma versão oficial no papel de Jesus lá no México, e aqui no papel de Judas que é muito mais legal. Tive oportunidade de fazer outros, mas eu só faço teste para aqueles musicais onde realmente tem coisa pra mim, que eu realmente me identifico. E We Will Rock You é Queen.

Você já tem informação de alguma coisa nova que vai surgir de musical no futuro, depois do Galileu?

Alírio Netto: Está sempre tendo. Graças a Deus eu recebo muitos convites para fazer os testes e tudo, e fico ponderando muito aquilo que eu posso somar na produção e que vai fazer bem para a minha carreira. Nesse ponto agora, não apareceu nenhum que tivesse perfil pra mim. Tem muitas produções de musicais no país, mas precisa esperar aquela produção que tem o seu perfil, tanto vocal quanto como ator. E o diretor vê isso na sua cara. Talvez ano que vem estavam falando que vai vir Os Miseráveis, que é um musical que eu tenho muito interesse em fazer. Mas eu não tenho muito controle sobre isso.

Falando das bandas agora. Além do Age Of Artemis tem algum outro projeto que você está envolvido? O que você está tocando além dos musicais na sua carreira?

Alírio Netto: Então, cara. Eu terminei o We Will Rock You agora e lancei um single do meu disco solo que foi produzido pelo Edu Falaschi e o Tito Falaschi. Tem a participação do Marcelo Barbosa, que tá tocando guitarra no Angra, do Felipe Andreoli, que também é baixista do Angra, o Tito gravou todas as bateras. E é um disco de rock, é claro, mas é rock pop. Ele tem uma pegada um pouco mais pop. O nome do disco é João de Deus, já lancei o primeiro single que foi o “Viver”, e essa semana eu vou lançar um outro que já tem clipe, que é uma música piano e voz, parceria minha com Daniel Carelli, que gravou um disco comigo de uma banda de rock chamada Lince que é do sul. Uma banda de prog.

Ele é parente do Juninho Carelli?

Alírio Netto: Não é! Todo mundo pergunta. Inclusive eu vou fazer um negócio com o Juninho aí esses dias… Logo a gente vai botar na rua

E aí tem o Khallice também, que é uma banda de Brasília. E o Artemis né cara, que é essa banda realmente que está em atividade. A gente fez o Rock in Rio anos passado, temos aí esses dois discos lançados e estamos na pré-produção de um disco novo.

Falando um pouquinho do Angra. Eu entrevistei o Rafael Bittencourt por volta de 2012, 2013, na época em que o Fabio Lione estava apenas como vocalista suplente, até acharem um oficial. Perguntei quem seria o vocalista, de fato, do Angra e ele citou algumas possibilidades. Chegou a citar o Bruno Sutter e citou você também. E curiosamente no último show do Angra cantaram você e Bruno Sutter. Quem tem ido aos shows do Angra tem visto que cada vez menos o Lione tem cantado. Hoje acho que ele canta 60% do show. O Rafael canta muito e sempre tem alguns convidados. O Lione tem os compromissos dele na Europa agora que estão coincidindo com a agenda da banda. Eu queria saber como está sua ligação com o Angra. Eu estou assumidamente espalhando campanha para que o Alírio seja o novo vocalista do Angra. Existe a possibilidade? Você aceitaria? Tem mais alguns shows confirmados? Como está seu relacionamento com o Angra?

Alírio Netto: Todos são meus amigos. Uma coisa eu posso te afirmar: o Lione é o vocalista da banda. Não tem nenhum problema interno. É realmente uma questão de agenda. às vezes acontece do cara ter show dom o Rhapsody ou alguma coisa. Então não tem nenhum problema interno. Seria uma honra poder cantar no Angra se um dia o universo conspirar para isso. Não houve nenhum convite, não houve nada. Nós somos apenas amigos que de vez em quando sai pra jantar. É mais ou menos isso. Tanto eu quanto o Bruno, e mesmo o BJ que cantou também, o Nando Fernandes também… Tem muita gente boa nesse mercado que tá preparado para assumir o posto do Angra. Mas acho que não faz nem sentido a gente falar sobre isso porque os caras tem um vocalista, que é o Fabio Lione, um puta gênio. E o cara tá lá. Mas eu não vou mentir, é claro que seria uma honra cantar no Angra.

Web Editor/Journalist / SEO / Web Analyst at Koetz Advocacia and Produtor de Conteúdo at Heavy Talk Past: Cipex Idiomas Tramandaí and Jornal Dimensão Studied Journalism at Unisinos

 
Categoria: Entrevistas · News
Tags:




Deixe seu comentário





0 Users Online
 
HEAVY TALK - Official Website - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com